O planejamento estratégico é indispensável para desenvolver uma visão de médio e de longo prazo e, dessa forma, conquistar os objetivos propostos. Embora pareça apenas mais uma daquelas tarefas que ficam apenas na teoria, pode ter certeza de que o planejamento é o que permite ter uma boa organização, tornar os processos mais produtivos e, assim, conquistar diferenciais competitivos.

Você ficou curioso e quer entender mais sobre o que é planejamento estratégico e quais são as dicas para criar um? Então continue acompanhando e aproveite a leitura!

O que é planejamento estratégico

Antes de pensarmos sobre o conceito de planejamento estratégico, é preciso estar ciente da definição do termo “planejamento” em si. Bom, planejar é nada mais que elaborar um plano para atingir determinado objetivo.

Mas e a estratégia? Essa seria como uma verdadeira arte de explorar as condições mais favoráveis para também conquistar um objetivo.

Vamos agora à definição de planejamento estratégico? Estamos falando de todo o processo de elaboração e de execução de uma estratégia para atingir objetivos desejados, desde a definição das metas até mobilizações, tomadas de decisão e ações efetivas para alcançar o que foi combinado, sempre com foco no sucesso que se pretende conquistar.

O planejamento entra com a metodologia. Já a estratégia, essa surge com a parte criativa, tanto de análise quanto de decisão.

Como fazer um planejamento estratégico

Veja, a seguir, os passos relevantes para fazer um planejamento estratégico!

Determinar a meta

Seja micro ou grande empresa, é necessário, antes de qualquer coisa, saber onde se deseja chegar com o negócio:

  • é aumentar as vendas e passar a ser líder de mercado?
  • É ganhar reconhecimento de marca?

Seja qual for a meta, ela precisa refletir sobre os resultados que deve atingir para que o sonho da empresa saia do papel e se concretize.

Analisar a organização

Para que o planejamento ocupe uma posição estratégica, é fundamental fazer um diagnóstico tanto interno quanto externo do negócio. Uma boa metodologia é a análise SWOT, uma das mais usadas pelas empresas para avaliar ambientes e conseguir insights relevantes sobre a organização.

Esse termo vem do inglês e pode ser usado para identificar as fraquezas (weakness) e os pontos fortes (strengths) do negócio, compondo, desse modo, a análise do ambiente interno. E, claro, para completar o diagnóstico, é fundamental identificar as possíveis oportunidades (opportunities), além de evitar ameaças (threats) que podem prejudicar o crescimento da empresa.

análise swot

Determinar visão, missão e valores

É essencial saber quais são as principais diretrizes de uma empresa: visão, missão e valores.

  • Visão: é simplesmente a definição do que a companhia pretende ser em longo prazo por meio do serviço ou do produto que possui.
  • Missão: ela determina a responsabilidade da empresa com seu público consumidor. Aquilo que é preciso entregar aos clientes.
  • Valores: são definidos os princípios nos quais o negócio se baseia, como qualidade, credibilidade e eficiência. Podem ser considerados regras básicas que orientam os funcionários. Vale lembrar que os princípios servem como guias para a corporação e todos os funcionários.

Identificar o público-alvo

É claro que não adianta muito criar estratégias que não vão interagir e se relacionar com a audiência. Portanto, a criação das buyers personas da empresa é fundamental para que a comunicação seja realmente acertada. Lembrando que quando se fala em personas, fala-se sobre o perfil de cliente ideal para a empresa.

Definir objetivos, metas e estratégias

Definição de metas e de objetivos quer dizer, basicamente, o que a empresa deseja alcançar, quando e onde pretende chegar. É preciso saber identificar cada objetivo e o público-alvo de cada ação.

  • Objetivos: os objetivos de um empreendimento são os resultados que a empresa pretende atingir.
  • Metas: essas andam juntas com os objetivos, já que são tarefas a serem executadas em um determinado prazo, para que se atinja o objetivo. As metas precisam ser mensuráveis e realistas.
  • Formulação e implementação da estratégia: é aqui que se determina o plano para alcançar as metas e os objetivos definidos. Na formulação, é fundamental verificar os recursos disponíveis para implementar a estratégia e estipular quais recursos se aplicam de forma mais adequada à técnica escolhida.

Planejar a ação

Esse é o momento de materializar os objetivos e as metas. Para assegurar que eles sejam concretizados, é importante definir os caminhos que serão percorridos para chegar aonde se deseja.

Monitorar e avaliar os resultados

Com as estratégias em jogo e o plano montado, é necessário sempre avaliar e monitor os resultados conquistados. Por isso, é imprescindível que a meta seja facilmente mensurável. Isso permite identificar o que realmente está dando certo e o que está dando errado, permitindo otimizações e ajustes para evitar prejuízos.

Modelo de planejamento estratégico

Veja, a seguir, dois modelos de planejamento estratégico. Antes de tudo, é importante saber que nenhum plano é estático. É um documento que vai — e que precisa — sofrer modificações. Por isso, os gestores devem ser dinâmicos e mudar sempre que necessário para ver o que está de acordo com o negócio e aplicar o que for melhor.

Modelo 1

Esse é um modelo bastante simples e ideal para estruturar as atividades do planejamento sem ter que descrevê-las demais.

Objetivo

Aumentar o faturamento em 30% até 2024.

Diagnóstico

O crescimento do negócio está bem lento.

Estratégias

  • Criar um diferencial no serviço;
  • melhorar o atendimento ao cliente;
  • fidelizar clientes.

Ações

  • Montar um treinamento para os profissionais;
  • investir no relacionamento com o público por meio de conteúdo gratuito nas mídias sociais;
  • fazer uma pesquisa de satisfação.

Modelo 2

Esse é um bom modelo para aqueles que preferem definir o planejamento estratégico a partir de perguntas, como:

  • qual é o cenário atual do negócio?
  • O que os concorrentes estão fazendo?
  • Quais são as limitações que existem hoje?
  • Qual é o cenário da área de atuação da companhia?

É possível, ainda, fazer uma pesquisa de mercado. O importante é que, no final, seja gerado um documento semelhante a este abaixo.

Cenário

Pontos fortes

  • Conta com infraestrutura de suporte extremamente avançada;
  • tem tradição no mercado.

Limitação

  • Ainda não tem um público na Internet.

Ameaça externa

  • Concorrentes no on-line com o valor mais baixo.

Oportunidade

  • Aumento de interesse no nicho de mercado.

Objetivo

  • Tornar-se referência no mercado virtual.

Estratégias

  • Criar perfis no Instagram, no Facebook e no LinkedIn;
  • investir em conteúdo relevante para o nicho de mercado.

Programa de ação

  • Contratar um profissional de social media.
  • Responsável
  • Custo
  • Data limite
  • Encontrar parcerias.
  • Responsável
  • Custo
  • Data limite

Planejamento estratégico empresarial

O planejamento estratégico empresarial trata-se de uma ferramenta de gestão extremamente poderosa. Afinal de contas, é uma metodologia usada para estipular metas, mobilizar ações, levantar recursos e contribuir para uma tomada de decisão muito mais acertada, a fim de alcançar objetivos que sejam benéficos para a companhia, contribuindo para que ela seja bem-sucedida.

Desse modo, é muito importante que as empresas de todos os segmentos e portes se mobilizem e invistam energia e tempo para criar um plano que seja preciso e que esteja em conformidade com os objetivos que se deseja atingir, em curto, médio e longo prazo.

Qual a importância do planejamento estratégico

Fazer um planejamento estratégico passa a ser imprescindível, primeiramente, para ter uma visão clara e completa da corporação, de seus objetivos e de sua identidade.

Quando se coloca tudo no papel e faz o planejamento correto de tudo aquilo que se deseja alcançar daqui a 5 anos, 10 anos ou 15 anos, torna-se mais fácil traçar ações mais certeiras.

Do mesmo modo, o planejamento também acaba antecipando os riscos na tomada de decisões da empresa.

Bom, como você pôde ver, o planejamento estratégico é muito importante, afinal, tentar gerenciar um negócio sem estratégia é um grande atalho para o fracasso.

Sem dúvida alguma, esse instrumento garante ao profissional insumos para acompanhar um crescimento sustentável e saudável para as empresas!

Se o tema de planejamento estratégico despertou o seu interesse, fique por aqui e aprenda conosco o que é um plano de carreira e como montar o seu!

Você pode gostar também