Quando a pessoa começa uma faculdade, um dos primeiros contatos com a profissão é por meio do estágio. Entretanto, a falta de experiência pode causar certa insegurança, fazendo com que ela ache que o currículo para estágio pareça incompleto.

Com o objetivo de preenchê-lo, podem ser inseridas informações que, na verdade, são desnecessárias. Para que você não cometa nenhum deslize, aprenda a fazer um currículo atrativo e conquistar boas oportunidades ainda na faculdade. Continue no post!

Currículo para estágio

Na realidade, fazer um currículo para estágio é como elaborá-lo para arrumar o primeiro emprego — especialmente se você não tiver experiências para relatar.

Um documento bem-elaborado pode servir como base para toda a sua carreira profissional. Basta continuar preenchendo as sessões, complementando as informações de acordo com as etapas concluídas.

Por exemplo, encerramento do curso, início da pós-graduação ou término do contrato de estágio.

Vale lembrar-se de que o estágio é parte fundamental da formação. É por meio dele que você adquire o conhecimento prático necessário para o desempenho da profissão, abrindo caminhos para conquistar boas oportunidades de emprego.

Além disso, também possibilita conhecer outros profissionais da área que, em um futuro próximo, podem indicar o estudante para as oportunidades do mercado.

O que deve conter?

Um currículo para estágio precisa conter as seguintes informações:

  • dados pessoais — nome completo, data de nascimento ou idade, endereço completo, número de telefone e endereço de e-mail;
  • formação acadêmica — curso, instituição, período em que está estudando e estimativa de mês e ano de conclusão;
  • experiência profissional — caso já tenha algumas experiência de trabalho, coloque o nome da empresa, o período no qual trabalhou, o cargo e as principais atribuições;
  • resumo de qualificações — insira cursos já realizados, como participação de simpósios, congressos, trabalhos voluntários, intercâmbio, entre outros;
  • idiomas — se já fez cursinho de inglês ou se tem fluência em espanhol, indique no currículo, pois o mercado de trabalho valoriza pessoas que tenham algum idioma além do português (se não sabe o quanto você está preparado, procure um teste de proficiência e descubra se o seu conhecimento é classificado em nível básico, intermediário ou avançado);
  • conhecimento em informática — se sabe manipular algum programa e se não tem dificuldades em fazer um arquivo no Word, expresse seus conhecimentos em tudo o que está ligado ao computador e à informática.

Como fazer um currículo para estágio?

Todas essas informações devem ser dispostas em um arquivo de Word, na ordem relatada no tópico anterior.

Entretanto, algumas oportunidades de estágio podem ser publicadas em sites para os quais você não enviou o currículo, mas fez o cadastro. Nesses casos, basta preencher os campos indicados.

Mesmo assim, é sempre bom ter um modelo de currículo salvo no computador. Muitas vezes, mesmo após o preenchimento das informações, o sistema solicita que você coloque o arquivo anexo.

Geralmente, há as sessões em que o preenchimento obrigatório vem indicado com um asterisco (*). Caso você não tenha nada para relatar — como a experiência profissional — não hesite em colocar a frase “sem experiência”.

Modelo de currículo para estágio

Vamos ver como fica o modelo de currículo para estágio na prática? Como exemplo, vamos utilizar o currículo da Júlia Silva, estudante de Pedagogia. Os dados utilizados aqui são fictícios e alguns números foram substituídos pela letra X.

Júlia Silva

18 anos

Rua da Orientu, 05 – Bairro dos Estudos – São Paulo/SP

Telefone: (11) 9xxxx-xxxx

E-mail: juliasilva@orientu.com.br

Formação acadêmica

Curso: Pedagogia (cursando)

Instituição de ensino: Universidade de São Paulo (USP)

Período: 4º semestre.

Previsão de conclusão: dezembro/XXXX.

Resumo de qualificações

Participação no Congresso de Pedagogia Social (edição do ano de XXXX).

Idiomas

Inglês – nível intermediário

Espanhol – nível básico

Conhecimento em informática

Pacote Office

Pacote Adobe

currículo de estágio

Cuidados na hora de fazer o currículo

Na hora de elaborar o seu currículo, certifique-se de colocar um número de telefone ativo. Os recrutadores podem entrar em contato via ligação telefônica ou mensagem de WhatsApp.

Também é preciso atenção para o e-mail: ele deve estar atualizado e ter um endereço neutro e profissional.

Vamos supor que a Júlia fez o primeiro endereço de e-mail com 12 anos de idade. Na época, escolheu um login infantil, com o nome do seu personagem favorito. Nesse caso, é importante fazer um novo cadastro.

Entretanto, caso o e-mail seja o nome e a idade — juliasilva12 — não há tanto problema, já que se trata apenas de um numeral.

Assim como o telefone, é fundamental que o e-mail esteja ativo. Alguns recrutadores podem mandar os comunicados das próximas etapas de seleção de estágio de forma eletrônica. Facilite esse acesso.

Currículo para estágio: Direito

Se você é estudante de Direito, é importante pesquisar sobre as funções do estágio, os requisitos da vaga, o perfil do estudante e a empresa contratante.

Dessa forma, você consegue filtrar se a vaga é compatível com o que deseja para o futuro. Muitas vezes, o estagiário fica com o mesmo escritório durante toda a graduação. Ao final dela, ele acaba sendo efetivado.

Por esse motivo, vale muito a pena ficar de olho nos locais em que deseja trabalhar. Geralmente, as vagas são divulgadas no site corporativo, nos portais oficiais da sua cidade ou na própria faculdade.

Estágio de Direito no serviço público

É possível realizar o estágio em Direito no serviço público. Procuradoria da Fazenda, Procuradoria Geral dos municípios, Defensoria Pública do Estado e Tribunal de Justiça e Ministério Público são alguns dos órgãos que abrem concurso público para a função.

Os salários variam de R$ 520,00 reais, ultrapassando os R$ 1.200,00. Cada edital revela informações sobre a remuneração, a carga horária e as especificações para ser aprovado.

Você também pode conseguir uma vaga de estágio em órgãos públicos após a graduação em Direito. Nesse caso, as regras estabelecidas em edital geralmente incluem:

  • ser estudante de cursos de pós-graduação em Direito em instituições de ensino aprovadas pelo MEC;
  • os cursos devem incluir o estágio em seu projeto pedagógico e ser conveniados com os órgãos competentes;
  • as áreas de estudo devem ser compatíveis com a de atuação do estágio.

Viu como fazer um currículo para estágio pode ser mais fácil do que você pensa? Depois que o documento estiver pronto, prepare-se para as entrevistas. Boa sorte!

Falando nisso, veja algumas dicas para mandar bem na hora da entrevista.

Você pode gostar também