A Engenharia de Agrimensura foi uma das primeiras atividades da área desenvolvida pelo homem e permanece essencial como trabalho básico em diversas ações. Desde a aferição dos limites territoriais do Brasil até as demarcações de terras em áreas urbanas, o engenheiro agrimensor desenvolve vários serviços que dão suporte a parte da intervenção humana na natureza.

O agrimensor é responsável por mapear, parcelar, medir e monitorar as obras de engenharia e os espaços físicos. A carreira está em crescimento, porque o trabalho do profissional não se restringe mais às áreas rurais, sendo necessário em muitos segmentos relacionados ao desenvolvimento industrial e à urbanização.

Interessante, não é mesmo? Se você está em dúvida sobre qual curso fazer, continue a leitura e conheça mais sobre a Engenharia de Agrimensura!

O que é Engenharia de Agrimensura?

A agrimensura como ciência surgiu no antigo Egito, quando enchentes desmanchavam as linhas que dividiam as propriedades, exigindo nova demarcação das áreas. O inglês Jonathan Sisson fabricou o primeiro teodolito, instrumento de precisão para medir ângulos verticais e horizontais, muito usado em trabalhos topográficos.

Até o início da década de 1970, os agrimensores utilizavam equipamentos nos quais a composição óptica predominava. Nos últimos anos, os instrumentos topográficos evoluíram consideravelmente com relação à confiabilidade na coleta dos dados e na precisão alcançada.

Teodolitos analógicos convencionais foram substituídos por teodolitos eletrônicos, estações totais, mapeamento a laser e GPS. O avanço tecnológico garantiu o desenvolvimento de máquinas com hardwares mais potentes, o que aumentou a quantidade de dados coletados em aparelhos cada vez menores.

Assim, a Engenharia de Agrimensura é a área responsável por coletar dados geográficos, seja por GPS ou medições, com o objetivo de desenhar mapas topográficos de certas regiões para ajudar na realização de obras naquele local.

O agrimensor prepara as áreas rurais e urbanas para obras que vão acrescentar ou modificar uma infraestrutura sanitária, hidráulica, elétrica ou de transportes. É muito comum o profissional ser um funcionário público ou terceirizado, pois qualquer obra que uma prefeitura vai fazer na cidade precisa do auxílio técnico do agrimensor. Seu trabalho serve de base para a atuação do engenheiro civil.

Engenharia Cartográfica e de Agrimensura

O nome dos cursos superiores podem mudar em algumas instituições de ensino. No entanto, de acordo com a lei, a Engenharia de Agrimensura e Cartográfica forma os mesmos profissionais e tem o mesmo reconhecimento da graduação em Engenharia de Agrimensura.

Curso de Engenharia de Agrimensura

Esse curso é de bacharelado e tem duração média de cinco anos. A graduação tem muitos trabalhos de campo e aulas práticas em laboratórios. Os alunos também aprendem a usar recursos de alta tecnologia.

Grade do curso

Assim como os outros cursos de Engenharia, as disciplinas dessa área contam com conteúdos de exatas básicos, como cálculo, física, mecânica e informática. As matérias para formação profissional envolvem os seguintes assuntos:

  • análise de dados espaciais;
  • geodésia;
  • cartografia;
  • geoprocessamento;
  • fotometria digital;
  • sensoriamento remoto;
  • topografia.
Eligis - teste vocacional e profissional

Áreas de atuação

No Brasil, a Engenharia de Agrimensura foi criada em 1957 como habilitação da Engenharia. Em 1964, o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) estabeleceu as funções para o exercício da profissão. Atualmente, a área é regulamentada pela resolução 218/73.

O engenheiro agrimensor é o profissional do mapeamento. É necessário que ele esteja presente para realizar qualquer obra de construção civil — da área florestal, de planejamento, agronômica, agrícola e outras — que utilize o espaço tridimensional sobre a superfície da Terra.

O profissional de agrimensura é capaz de medir, determinar e representar o terreno, seja para cadastro, uso, ampliação, melhoria ou conhecimento do uso da terra.

O agrimensor tem domínio das técnicas de representação do espaço geográfico e faz o planejamento do seu uso de forma otimizada e segura, de acordo com as viabilidades econômicas, técnicas e ambientais.

Entre as possíveis áreas de atuação, estão:

  • avaliações e demarcações de terrenos;
  • batimetria;
  • construção civil;
  • georreferenciamento;
  • levantamento topográfico;
  • monitoramento de áreas rurais;
  • pesquisa aerofotogramétrico;
  • representação cartográfica.

Mercado de trabalho

O mercado de agrimensura é amplo, pois a maioria das grandes obras precisa de um profissional responsável pela administração do espaço. Existem oportunidades de emprego em todas as regiões do Brasil, tanto no setor público quanto no privado.

Também é possível encontrar vagas em mineradoras, empresas de logística e na área acadêmica. As faculdades precisam cada vez mais de especialistas em setores da agrimensura para compor seus quadros de professores.

Latifúndios agrícolas também são bons empregadores, além da possibilidade de atuar na Engenharia de Tráfego e na recuperação de rodovias. O alto índice de conhecimento técnico dos profissionais e as novas tecnologias são essenciais para a área.

Embora o período seja de baixo índice de investimentos em infraestrutura, o Brasil precisará de reestruturação em algumas áreas, como energia, habilitação e transporte. Para esse desenvolvimento, os agrimensores têm papel fundamental.

Alguns estados do Brasil não têm uma definição dominial de seus territórios. Além disso, o desenvolvimento e crescimento das cidades ampliam a necessidade do trabalho do engenheiro agrimensor.

engenharia agrimensura mercado de trabalho

Salário do engenheiro agrimensor

O engenheiro agrimensor ganha, em média, R$ 6.093,62para uma jornada de trabalho de 42 horas semanais. O teto salarial é de R$ 13.648,89.Quem está no início da carreira recebe cerca de R$ 5.825,17 mensais.

Embora o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) defina o salário dos engenheiros de acordo com o salário mínimo vigente e a carga horária de trabalho, o valor pode variar de acordo com diversos fatores.

Entre eles, estão a região de trabalho, a carga horária, o porte da empresa e a experiência do profissional. Por isso, é muito importante se manter atualizado, investindo em formação continuada, para se destacar dos concorrentes e manter a sua empregabilidade.

Com a popularização das tecnologias de geoprocessamento e de posicionamento global via satélite, a Engenharia de Agrimensura ganhou mais visibilidade no mercado. Com isso, é necessário ter profissionais qualificados tanto para obtenção e análise de informação dos dados coletados quanto para o manejo de novos equipamentos.

Ainda em dúvida sobre qual carreira seguir? Então, você pode fazer um teste vocacional para descobrir qual profissão mais combina com o seu perfil!

Você pode gostar também